Susan Wojcicki, CEO do YouTube, anunciou que deixa o cargo

A semana da Tecnologia terminou agitada.

Susan Wojcicki, CEO do YouTube, anunciou que está de saída do cargo em uma nota enviada para a equipe, na 5ªfeira, 16. Foram quase 25 anos na Google e 9 anos no comando do YouTube.

Na nota, disse que pretende “focar na família, saúde e projetos pessoais”. Ela manterá uma função de consultora na Alphabet, a controladora do Google.

Vale ressaltar que mesmo com a baixa nos últimos trimestres, por causa da crise no mercado publicitário, o YouTube cresceu de 1bi para 2,6 bilhões de usuários, e passou a responder por quase 10% da receita da Alphabet, sob o comando de Susan.

Susan ocupou vários cargos na empresa e teve participação no desenvolvimento de produtos como AdSense e pesquisas de imagens, livros e vídeos.

“É a hora certa para mim e me sinto capaz de fazer isso porque temos uma equipe de liderança incrível no YouTube.”

Quem assume o posto de Susan é o atual diretor de produtos, Neal Mohan, que está na empresa desde 2007 (quando a Google adquiriu a empresa de tecnologia de anúncios DoubleClick) e cuida de produtos desde 2015.

Talvez rolem posts por aí com a clássica “O que aprendemos com a saída de Susan do Youtube” ou então “O que a saída de Susan sinaliza” mas a real é que esses acordos milionários (em dólares, diga-se de passagem) vão bem mais fundo do que a mente de qualquer um fora da empresa consegue saber – de verdade.

O fato é que a gente muda, o mercado muda e empresas precisam dar lucro. Entender se você está ou não com fôlego para comprar uma briga, insistir na atual, a fim de um ano sabático ou só cansou daquele jogo e quer brincar de outra coisa, é parte da estratégia de cada marca pessoal.

Refletir sobre sua estratégia de marca pessoal e entender seu timing de ação é vital para o sucesso do seu negócio. Concorda?

Agora, me conta aqui nos comentários qual a sua maior dificuldade que eu farei os conteúdos com base nas suas dúvidas. Bora?